18/04/2023 às 11h19min - Atualizada em 19/04/2023 às 20h00min

Lançamento da Frente Parlamentar da Química acontece hoje em Brasília (DF)

O deputado Afonso Motta, presidente da FPQ, fará a apresentação da agenda para os próximos anos

SALA DA NOTÍCIA Lucas Caldini
Pexels
 
Hoje, dia 19 de abril, o presidente da Frente Parlamentar da Química (FPQuímica), deputado Afonso Motta, fará o lançamento da nova legislatura da Frente. Na ocasião, ele apresentará os pontos principais da agenda da FPQuímica para 2023/2024 e a sua nova comissão executiva. A cerimônia será às 10h, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, Edifício Principal, em Brasília, Distrito Federal.


Segundo o deputado federal, trabalhar para o avanço da indústria química brasileira e investimentos na área são fundamentais para o desenvolvimento e recuperação da atividade econômica do Brasil. “Temos também a importante missão de gerar desenvolvimento sustentável para o nosso país, o que irá fortalecer a química, um dos setores que mais investem também em inovação e tecnologia, sendo um criador de soluções inovadoras e mais eficientes para diversos setores industriais.”  

Para a presidente do Instituto Nacional do Desenvolvimento da Química (IdQ), Juliana Marra, é fundamental congregar os variados subsetores e permitir o fortalecimento e a possibilidade de uma atuação conjunta a favor da indústria, seja para as pautas do Executivo, diretamente com os ministérios, agências reguladoras, governos estaduais e municipais e especialmente junto à Frente Parlamentar da Química.

De acordo Milton Rego, diretor do IDQ e presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor), “a Frente Parlamentar da Química é de extrema importância para o Brasil, pois trata de questões que vão além de um setor e impactam a reindustrialização do País, a geração de empregos qualificados e a melhoria da qualidade de vida. Prova disso é que a indústria química brasileira é a 6ª maior do mundo e corresponde a 11% do PIB industrial, além de ser o 3º setor industrial do PIB”.

A Frente Parlamentar da Química foi criada em 2012 com o objetivo de melhorar as políticas públicas e recuperar a competitividade e produtividade do setor Químico Nacional, gerando riqueza e emprego de alta qualificação no Brasil. Nesses 10 anos de história, um dos principais focos do seu trabalho foi reforçar a importância da disponibilidade do gás natural no Brasil a custos competitivos internacionalmente, garantindo energia e matérias primas mais competitivas para a indústria nacional. 

O IdQ foi constituído oficialmente no final de 2021, tendo como entidade fundadora a Abiquim; desde então passou a exercer a secretaria executiva da Frente Parlamentar da Química no Congresso Nacional, com o objetivo principal de promover seminários, workshops e encontros de interesse da indústria química.
 
Sobre a Abiclor
A Abiclor (Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados) representa os interesses das principais produtoras de cloro-soda instaladas no País. São nove plantas produtivas, que respondem por 50,5% de todo o mercado latino-americano. A indústria é uma importante fonte geradora de empregos e de pagamento de impostos para o País.
 
SP4 Comunicação Corporativa – Agência de Comunicação da Abiclor:
Carlos Moura – (11) 98243-9332 – carlos.moura@sp4com.com.br
Heloisa Pereira – (11) 98582-6105 - heloisa.pereira@sp4com.com.br

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ynovenoticias.com.br/.